Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Uma imagem não diz mais do que mil palavras

por Cristina Nobre Soares, em 13.09.18

Uma imagem diz mais do que mil palavras. As vezes que já me disseram isto, em tom de argumento. Eu respondo sempre que não. Que a imagem não diz mais nada, diz é mais depressa, pois viaja à velocidade da luz e as palavras, à velocidade do som. Reparem que quando a barreira do som é ultrapassada há um estoiro. Como se fosse um aviso, olha que vais depressa demais. As palavras têm uma cautela que as imagens não têm. As palavras são mais rugosas, exigem mais esforço para uma mesma massa de informação. No entanto, também existem palavras que funcionam como imagens. Os títulos das notícias, por exemplo, são mais imagens do que palavras. Talvez por isso se tornem tão depressa em indignações que são partilhadas, nas redes sociais, à velocidade da luz. Nada tenho contra as imagens, muito pelo contrário, mas talvez tivéssemos a ganhar alguma coisa com a maior lentidão das palavras. Nesse contratempo há espaço para a reflexão.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html