Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Todos os dias serão sempre o dia antes.

Cristina Nobre Soares, 24.04.15

Gosto de lembrar o vinte quatro de Abril e com ele todos aqueles que em ditadura, em repressão tiveram a coragem de desobedecer. Todos aqueles que ao longo de quase cinquenta anos viveram em clandestinidade. Todos aqueles que perderam empregos, famílias, vidas. Todos aqueles que acreditaram num país, num chão melhor, livre.  Gosto de lembrar o caminho percorrido por todos os passos anónimos que me permitem que, hoje, eu possa escrever isto. Que vale o que vale, mas onde me aconteço em toda a liberdade das minhas escolhas.  De certa forma invejo-os,  como  invejo toda a coragem alheia. Que aprendamos com eles que tudo pode mudar.  Que todos os dias são dias vinte e quarto e que basta o amanhã para que  deixemos de ser criaturas acomodadas no medo.

 

“Às vezes é preciso desobedecer” Salgueiro Maia

 

3 comentários

Comentar post