Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Terminologia

Cristina Nobre Soares, 13.08.18

Sempre que o tema “fogos florestais” vem à tona, aproveito para aprender mais umas coisas, uma vez que dispara o número de artigos de opinião escritos por quem realmente percebe do assunto. No entanto, assalta-me sempre uma grande angústia existencial (da do género do Raul Soldado): estes especialistas escrevem para quem? Para os seus pares ou para o comum mortal, que nada percebe de floresta, que não sabe o que é um compasso, uma carga combustível, um fogo de copa, coníferas, resinosas, folhosas, perenes, calda retardante? O que será mais importante: mostrar que realmente sabe da coisa entre outros especialistas, não vão estes pensar que uma pessoa não sabe usar a terminologia técnica, ou explicar aos leigos na matéria, de uma forma simples como realmente funcionam a floresta e os fogos?
Talvez se os especialistas fizessem mais vezes isto as pessoas fossem menos permeáveis às explicações simplórias (que é uma coisa muito diferente de ser simples), marteladas e por vezes (ou muitas vezes) deturpadas e tendenciosas que correm na internet e na televisão.
Digo eu, que tenho a sorte de perceber quase tudo o que estes especialistas dizem. Mal seria, caso contrário não teria acabado o curso.

1 comentário

Comentar post