Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Sobre portas e porteiros

Cristina Nobre Soares, 29.03.18

Há muitas, por todo lado, permanentemente. Todos nós, alguma vez, se calhar ainda ontem, ficámos à porta de alguma coisa, ou tivemos que esperar, insistir, voltar, para que nos deixassem entrar, outras simplesmente entrámos. Também vezes houve em quem demos meia volta, sem ressentimentos, não valia a pena, porque percebemos que não éramos dali, nem nunca seríamos. Mas todos temos, também, as nossas portazinhas onde decidimos quem entra e quem sai. Onde escrutinamos os outros e, com mais ou menos tirania, também decidimos se são, ou não, merecedores de entrarem nas nossas vidinhas. Enfim, a vida é toda ela uma imensa porteira, meus amigos. E tramada.

1 comentário

Comentar post