Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Plágio

por Cristina Nobre Soares, em 04.12.18

Se é certo que há uma grande falta de respeito pelo trabalho dos autores, com sucessivos “esquecimentos” sobre a autoria, também me parece que o conceito de plágio se tornou um bocadinho alargado demais. Faz-me sempre lembrar quando, muito antes de haver autoestrada para o Algarve, o meu pai insistia em sair de madrugada no primeiro dia de férias, para não apanhar trânsito na ponte 25 de Abril, ficando sempre muito indignado por, àquela hora, já haver tanto movimento. E a minha mãe dizia-lhe: Já devias saber que há muita gente a ter a mesma ideia. 
Não somos assim tão originais quanto pensamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Maria Rocha Soares a 04.12.2018 às 16:54

Uma coisa é não sermos estritamente originais quanto ao que pensamos e que sofre influência de tudo e de todos, com que mantemos contacto, ou do que vamos tomando conhecimento e até estudando e aprofundando. Outra: É ver-se aquilo que se escreveu, reproduzido, às vezes na íntegra. Outras, "inteligentemente" alterado ou disfarçado, com a raiz da inspiração lá, toda, e a "paparoca" feita. É isso que chateia.
Agora: que somos livres de falar do mesmo tema e de gostar das mesmas coisas, somos. Mas, dentro da nossa forma de falar e de pensar. De as descrever sem recorrer ao que (talvez estivesse a léguas de "nos" passar pela cabeça) mas que ao estar ali na frente, está mesmo a "pedir" para ser imitado, ou copiado. Não! Isso, não. Um bom resto de semana
Imagem de perfil

De Cristina Nobre Soares a 04.12.2018 às 17:48

Claro. Mas é mesmo disso que falo. :)
Sem imagem de perfil

De Nuno a 04.12.2018 às 23:22

Não se se este post veio a propósito do afamado artigo 13 mas eu sou da mesma opinião a favor e acérrimo defensor dos direitos de autor mas há limites de bom se só é o artigo 13 ultrapassa esses limites claramente
Imagem de perfil

De j.campião a 05.12.2018 às 13:07

É muito complexo o tema dos direitos de autor. Se eu respeitasse integralmente os direitos de autor não acederia a uma parte da cultura que consumo e que me é muito importante. Isso legitima o meu acesso? Não. E será legítimo não ter acesso à cultura que se "necessita" porque ou não se tem dinheiro ou não se tem simplesmente possibilidade de o fazer de outro modo que não seja desrespeitar integralmente os direitos de autor?
Ficaria melhor negar que o faço?

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html