Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Per-ten-ce-mos

Cristina Nobre Soares, 16.05.17

Tenho pena, muita pena que não se perceba que a língua serve para muito mais do que apenas para comunicar. Que serve para nos silabarmos enquanto criaturas, que cada vez que transbordamos um ditongo ou enrolamos um cê cedilhado na boca, que cada vez que comemos o fim de uma palavra com a pressa de acabar a frase, que cada vez que amachucamos a toada das palavras no sotaque da terra onde crescemos, pertencemos um bocadinho. Pertencemos. Repitam comigo, pertencemos.

4 comentários

Comentar post