Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Os clichés dão-me nervos

por Cristina Nobre Soares, em 10.04.16

Há um cliché que diz que não devemos voltar ao sítio onde fomos felizes. Os clichés irritam-me. Dão-me nervos. Principalmente quando nos entram pelos olhos adentro. Mas se calhar é isso mesmo, não devemos voltar a esses tais sítios. Para mantermos intocáveis os idílios que construímos, em toda uma ficção original. Perfeitinha, escorreita. Mas só nossa. Os sítios ganham bolor nas paredes, ervas na calçada, ferrugem nos gradeamentos. E silêncio. Daquele silêncio feito de pó fininho que se entranha nas frinchas dos móveis. E as memórias não conseguem ganhar corpo nesses sítios. Tornam-se ossadas tristes, corpos raquíticos que nunca apanham sol. É isso, os clichés dão-me nervos. A vida, também. Que é o maior cliché de todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Imagem de perfil

De ó menina a 14.04.2016 às 11:17

As experiências são irrepetiveis independentemente do local. Podemos voltar a ser felizes, noutras circunstâncias, com outras pessoas (ou as mesmas), no mesmo local...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html