Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Nat King Cole

Cristina Nobre Soares, 09.12.17

Lá fora, o dia torce-se de tão húmido pela chuva morrinha. Cá dentro, preparo-me para mais um Sábado de trabalho, que se adivinha longo. E dentro do cá dentro, penso nas ironias da vida, a propósito de uma frase que alguém me disse, em tempos, à laia de profecia. Todos temos uma certa mania em ler a sina dos outros. Engraçado é que não percebamos que é a nossa que lemos. Somos sempre nós, os outros são apenas um pretexto. Para além disso, hoje deu-me para ouvir Nat King Cole, que é música que nos faz sentir mal por estarmos de pantufas e de roupa de trazer por casa. Ouvir Nat King Cole pede sapatos de salto e saias de organza. E slowfox dançado na perfeição, com sorrisos exagerados e cabeças muito inclinadas para trás. As coisas que eu invento para não trabalhar.

1 comentário

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.