Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Escolhas

Cristina Nobre Soares, 23.08.17

Conhecemo-nos no primeiro dia de escola da primária. Ela tinha um cabelo louro, liso, muito bonito. Eu tinha o cabelo preto e encaracolado que nem com totós se domava. Eu era muito tímida. Ela não tinha medo de nada. Eu gostava de sonhar de olhos abertos. Ela sempre foi muito prática e despachada. Quando brincávamos aos "Cinco" ela era a Ana e eu a Zé. Crescemos juntas. A dada altura ela começou a sonhar com uma vida de família. Eu queria mudar o mundo sozinha. Ela dizia que queria uma casinha no campo. Eu sonhava em viver um ano em cada cidade do mundo. Eu dizia que um dia ia ganhar a vida a escrever, mas no fundo nunca acreditei muito. Ela nunca duvidou disso. Hoje sou eu quem vive no campo com a minha família. Ela já correu e viveu em meio mundo. Continua com um cabelo louro lindo e eu sem conseguir fazer nada do meu. É normal, é a única coisa que nunca dependeu das nossas escolhas. Isso e ser rapariga.

1 comentário

Comentar post