Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Em linha recta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

Aos que têm ambições de fazer humor nas redes sociais

Cristina Nobre Soares, 21.08.17

Aos que têm ambições de fazer humor nas redes sociais recomendo vivamente que invistam apenas em piadas de salão. As piadas de salão não são propriamente piadas, são mais dichotes, trocadilhos marotos mas inócuos, para dispor bem os convivas. É suposto reagir às piadas de salão com uma risadinha discreta, ou melhor ainda, com um sorriso mais rasgado e um acenar de cabeça a assinalar a compreensão da piadola. Não fica bem rir à gargalhada com uma piada de salão, é descomposto e fora de tom. As gargalhadas são para conversa de taberna, coisas de gente sem moral e decência. Há todo um código para as piadas de salão: não brincam com coisas sérias como religião ou política e muito menos são sobre coisas imorais ou escatológicas. Se por alguma ventura uma piada de salão roçar a vulgaridade, bastará um qualquer sobrolho vigilante a assinalar a o risco vermelho. Pigarrear-se-á e dar-se-á o deslize por esquecido, sem maior troca de palavras. Por isso nem por aí virá mal de maior. Só o tédio, um enorme e imenso tédio a tresandar a naftalina e a naperons engomados. Mas pelo menos o tédio, que não tem piada nenhuma, é compostinho e não melindra ninguém. E dá likes. Muitos likes. E isso é o que mais interessa.

1 comentário

Comentar post