Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


A pensar nas fake news

por Cristina Nobre Soares, em 14.11.18

Dizia-se que o velho tinha o casebre, onde vivia, cheio de dinheiro amarfanhado em sacos de plástico. Daqueles de asas, do supermercado. Que era dinheiro de rendas, das não-sei-quantas casas que tinha arrendadas a turistas, lá para os lados de Portimão. Dizia-se que comprara as casas por tuta e meia a um construtor que tinha a corda na garganta por ter gasto mais do que aquilo que ganhava. Dizia-se também que tinha filhos, mas que não lhes falava com medo que lhe pusessem a mão no dinheiro e que mandara arrancar o contador da luz para fingir que não estava ninguém em casa e, claro está, para não ter de pagar. Dizia-se muita coisa sobre o velho miserável. Mas a única certa é que o filho da Maria Adelaide, que era agente imobiliário, e lhe tentara vender um apartamento, quatro assoalhadas bem espaçosas, de uma urbanização nova na zona industrial, fora lá ao casebre uma vez, e que à conta do camadão de pulgas que apanhou, jurou para nunca mais. E dinheiro, nem vê-lo. Disse até à mãe que as tais riquezas do homem, metidas em sacos de plástico, eram mentira, tudo invenções do povo que só está bem a inventar por não ter nada de útil em que pensar. É capaz, disse-lhe a mãe, mas já sabe que o que é bom de se espalhar é aquilo que parece sempre mais longe da verdade. Até porque a verdade nunca alegrou ninguém.

(Cristina a pensar nas fake news)

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Mãe Maria a 14.11.2018 às 10:35

história gira de uma velhice solitária

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html