Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Sobre as resoluções de ano novo

por Cristina Nobre Soares, em 21.12.17

Com a chegada do novo ano começam as listas cheiinhas de resoluções. Este ano é que vai ser, vamos mudar de trabalho, de marido, de mulher, de vida, vamos fazer caminhadas todos os dias, deixar de adormecer em frente à televisão, de comer fritos e açúcar, ficar imensamente saudáveis. Vamos passar mais tempo com a família, com os amigos, tempo de qualidade, note-se. Vamos voltar a pintar, a dançar, aprender a tocar viola, piano, ferrinhos, aprender a fazer a roda, a cambalhota para trás, andar de parapente, canoa, saltar de uma ponte preso por em elástico. Vamos ler os 427 livros que andamos para ler há imenso tempo, e tudo clássicos, que este ano não há lugar para foleirada. Fazer aquela viagem, ou duas, ou três, que 12 meses dá para ir a muito sítio. Vamos fazer tudo o que nunca fizemos até agora. Nunca mais vamos falhar um prazo, nem uma reunião, vamos ter tudo marcado e atempado. Vamos perder menos tempo com merdas, deixar de aturar gente que não interessa, deixar de ser cobardolas e dizer o que nos anda entalado há tanto tempo. Vamos fazer as pazes com quem estamos zangados, pedir as desculpas que tardam, dizer o quanto gostamos uns dos outros. O ano que vem vai ser sempre estupidamente diferente e extraordinário. E se não for, paciência. Para o ano há ano novo outra vez.

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Imagem de perfil

De kamini a 21.12.2017 às 17:01

É isso mesmo... O bom do ano novo é que temos hipótese de (re)começar tudo outra vez
Imagem de perfil

De cheia a 21.12.2017 às 21:29

E, depois, o que é que faríamos do resto da nossa vida?
Imagem de perfil

De David Marinho a 22.12.2017 às 01:39

Sim, há muito essa mania, de que tudo vai correr melhor para o ano. Não há nada a fazer.
Imagem de perfil

De Rui Pereira a 22.12.2017 às 10:29

Repetem-se os comportamentos, mantêm-se os resultados!
Ontem também dediquei uma publicação às resoluções (ilusões) de ano novo.
Sem imagem de perfil

De Ana Silva a 27.12.2017 às 09:40

Ao ler este post lembrei-me desta frase do Bob Dylan:


“Apenas existe um dia de cada vez aqui, depois, chega a noite

e amanhã será hoje novamente.”

Bob Dylan

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html