Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Querido Salvador Sobral

por Cristina Nobre Soares, em 06.03.17

Querido Salvador Sobral,

 

Já aqui tinha dito que gostei da tua canção. Principalmente da letra da tua canção. E ontem percebi que gosto de outra coisa. De ser uma canção pensada para ser gostada, e não para ganhar. Daquele gostar que se cantarola enquanto estamos a ouvi-la na rádio, no trânsito. Daquele gostar da gente ouvir assobiar na rua e pensar, olha é a canção do Salvador. Daquele gostar de se lembrar de um bocadinho da letra, mesmo a despropósito. E tão bom quando cantamos um bocadinho de uma letra na língua em que sonhamos. Essa coisa da canção festivaleira com os ingredientes todos para ganhar é uma grande treta. Foi isso que nos fez ganhar a bendita Eurovisão? Não foi. Somos todos muito maus a tentarmos ser iguais aos outros. Não resulta. Faz-me lembrar aquelas histórias formidáveis cheias de adjectivos e lugares comuns. Toda a gente diz, ah muito bem, mas depois ninguém se lembra, porque são todas iguais, e já sabemos como acabam porque acabam todas da mesma maneira. E ninguém se lembra de um fim que já ouviu noutro lugar. A que tu cantaste, e que a tua irmã compôs para ti, a gente tem de ouvir até ao fim para saber como acaba. E no fim sorrimos, mesmo que seja só um bocadinho. São essas as histórias que nunca se esquecem. E que valem a pena.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html