Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Papel de prata vermelho e azul

por Cristina Nobre Soares, em 10.02.17

A minha mãe costumava comprar café numa loja em Algés, que também vendia chás, bolachas e conservas. Nessa loja vendiam também umas tabletes muito grandes de chocolate, embrulhadas num papel de prata vermelho e azul, muito bonito. Eu pedia à minha mãe que me comprasse uma. Mas ela dizia-me que não, isso é sucedâneo, é feito com alfarroba. Eu ficava intrigada a pensar por que razão é que as pessoas comprariam aquilo, sabendo perfeitamente que não era chocolate. Se calhar era chocolate só para olhar, como as laranjas e bananas da fruteira de plástico da avó da Patrícia, que pareciam mesmo de verdade, mas não eram. E imaginava os armários dessas pessoas cheios de tabletes embrulhadas em papel de prata vermelho e azul, a dizerem, há chocolate mas é só para ver. Não é chocolate de verdade. Hoje, quando abri o Facebook, lembrei-me disto. Há dias em que tudo me parece embrulhado em papel de prata vermelho e azul.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De C.S. a 10.02.2017 às 17:35

uiiii... O Facebook é rico nisso.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html