Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Os que têm medo

por Cristina Nobre Soares, em 30.01.17

Há os que falam. Os que ficam calados. Os que dizem logo que não. Os que concordam com tudo. Os que não concordam, mas ficam calados. Os que nem sequer têm opinião. Os que querem. Os que teimam. Os que desistem. Os que pensam em voz alta. Os que passam a noite a pensar em silêncio. Os que não gostam de pensar porque dá trabalho. Os que se acomodam. Os que explodem. Os que implodem. Os que entram na arena. Os que ficam na bancada. Os que aplaudem. Os que vaiam. Os que não reagem. Há os que têm ideias. Os que não têm ideia nenhuma e não se importam. Os que fazem sempre igual. Os que copiam as ideias dos outros. Os que invejam. Os que celebram. Os indiferentes. Os cobardes. Os que fingem não ter medo. Os que não têm medo e que por isso não existem. E há os que têm medo e que são todos os anteriores.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Alexandre Gama Vieira a 31.01.2017 às 09:43

O medo, reflexo humano do não futuro.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html