Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os grupos e os castanheiros

por Cristina Nobre Soares, em 28.10.17

Perguntam-me que nome se dá a um conjunto de castanheiros. Depende, respondo. Que, dependendo do objectivo e da forma como são conduzidos, um povoamento de castanheiro poderá ser um souto ou um castinçal. Se a ideia for a produção de fruto, serão soutos, se for a produção de madeira serão castinçais. Perguntam-me se são espécies diferentes. Não, não são. Há é diferenças na forma como são conduzidos, mas não consigo explicar bem isto. Se fosse florestal do ramo de produção decerto que não teria esta dificuldade. Mas sou do ramo de recursos naturais. Havia uma certa rivalidade, uma certa sobranceria entre os dois ramos. Os de produção achavam-se engenheiros a sério, preocupados com custos de produção, produtividades e rentabilidades. Uns pragmáticos. Já nós, os de recursos, achávamos que só nós compreendíamos a floresta no seu todo, em toda sua complexidade e com seus valores intangíveis e tantas vezes “invisíveis aos olhos”. Éramos os líricos do departamento, portanto. Mas esta conversa dos grupos deixa-me a pensar que estes nunca são apenas simples conjuntos de pessoas. São, muitas vezes mais, os objectivos de um dado curso, dogmas religiosos, ideais políticos, ou, simplesmente, formas de estar. Estas coisas são o que os juntam. Sem elas as pessoas não teriam razão para se juntar. O problema dos grupos é que muitas vezes a forma como são conduzidos se sobrepõe aos indivíduos, à espécie que lá está. Deixam de ser apenas castanheiros e passam a ser todos eles apenas um propósito. Um bem maior, definido, não por eles, mas por quem os plantou. E com o tempo deixam de ser muitas árvores e passam a ser um único povoamento. Mas isto sou eu, que nunca compreenderei as florestas de produção. Ou não fosse eu de recursos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html