Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os Domingos de limpeza

por Cristina Nobre Soares, em 15.10.17

Aproveitei o Domingo para fazer limpezas e arrumações. Para algumas pessoas, aquelas muito organizadas e metódicas, isto fará parte da normalidade do seu quotidiano. Para outras, como eu, são acontecimentos que exigem grande auto-determinação e sacrifício. Uma espécie de penitência pela minha preguiça e desmazelo, esperando que o asseio me redima. Cumpro-a, mas resmungando, soltando ironias, não vá eu esquecer-me que sou uma cínica contestatária e tornar-me, sem aviso, numa dócil fada do lar. Se isso acontecesse perderia a rala credibilidade que me resta e ainda me expatriavam para um desses mundos feitos de segredos de como tirar nódoas de pêssego ou de ideias para aproveitar os restos do cozido de quarta-feira. Não, eu limpo e arrumo, mas com um desprezo que se tenta armar em intelectualmente superior. Que, verdade seja dita, não passa dos aforismos fraquinhos, como “os Domingos de limpeza tornam melhores aqueles que nunca arrumam os pensamentos.” O que é certo é que depois de passar um Domingo a limpar sinto-me mais lavadinha, mas aprumada, sem enxovalho. Mas isto também pode ser dos detergentes amoniacais, que me deixam um pouco azamboada da cabeça. Hei-de experimentar uns mais modernos que passam na televisão.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html