Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os artistas e os espectadores

por Cristina Nobre Soares, em 28.06.17

A protagonista deste livro, Clarissa, passa a vida a sonhar com o autor do seu livro de poesia preferido. Até que sabe que ele vem até à cidade. Fica eufórica e farta-se de imaginar como ele será. Será decerto bonito e dirá sempre as palavras certas, tal como as escreve. Conhece-o e a desilusão é total, não é um herói garboso, é feio e bronco. Mas a poesia dele continua a ser bela e a emocioná-la. Não temos de gostar dos autores, dos artistas, como pessoas. Não os vamos convidar para jantar, nem ajudá-los a arredar a mobília. O que temos de gostar, ou não gostar, é do que eles fazem, do que eles nos dão como artistas e isso sim é o que nos pode mudar, fazer-nos a diferença na vida. É esse o papel do espectador ou leitor. O resto, o julgamento moral (por norma superficial e beato), fica para com quem convive com eles e realmente os conhece. Como dizia o meu pai, o resto, esse resto, é só conversa.

 

22790068_1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html