Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O que importa é que eu me lembre

por Cristina Nobre Soares, em 27.07.16

Cristina, preocupamo-nos contigo e quisemos lembrar o que publicaste há um ano, diz-me o Facebook. E eu lembro-me de uma prima de alguém, que quando tratava da mãe, que era velha e tinha os olhos vidrados por já não ter memória, lhe lembrava as coisas passadas enquanto lhe dava o Nestum à boca. Lembra-se mãe? Ela sorria e batia-lhe no joelho e dizia-lhe que sim, e o vidrado dos olhos aumentava. Lembra-se, mãe? A velha olhava para ela sem a reconhecer, talvez não se lembrasse sequer que tivesse tido filhos. Lembra-se, mãe? A velha acenava com a cabeça, a filha limpava-lhe os cantos da boca, fazia-lhe uma festa no rosto e dizia, eu sei que não, mas não faz mal, o que importa é que eu me lembre.

 
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De anonima a 29.07.2016 às 13:57

Belo texto, parabéns.
(Minha Mãe também tem a "doença do esquecimento"...mas ainda se lembra de mi. Ainda.
(dizem os médicos que nunca se deve perguntar a um doente desses "lembra-se?" . Porque aqueles que ainda estão na fase da percepção do seu estado...ainda se sentem pior.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html