Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Life building

por Cristina Nobre Soares, em 29.10.17

A propósito das declarações do senhor da Padaria Portuguesa e pegando no tema dos "team buildings" e dos "espíritos de equipa", que não são exclusivos da Padaria Portuguesa, tenho para mim que os trabalhadores (desculpem lá eu ser tão "old school", mas colaboração, para mim, é outra coisa) seriam muito mais produtivos se se investisse menos nos "team buildings" e se desse mais condições laborais para as pessoas fazerem "life building".

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De j.campião a 29.10.2017 às 20:59

Estou de acordo contigo. O conceito dos "team buildings" faz-me lembrar a cozinha "gourmet": a ideia é engraçada, mas não alimenta. E se não alimenta, então não cumpre o objetivo, é apenas uma ideia engraçada.
Investir em "ideias engraçadas" deve ficar mais barato do que pagar justamente, mas só constroi espírito de sacrifício, não constrói espírito de equipa.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html