Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Escrever em voz alta

por Cristina Nobre Soares, em 10.01.15

Com tanto que tens para dizer, devias começar a escrever em voz alta. Lembro-me do momento em que a minha professora de filosofia do 10º ano me disse isto. Devias começar a escrever em voz alta, ela a dizer, enquanto me entregava o teste. Neste vinha escrito ente parêntesis à frente da nota, numa letra tão rasgada quanto o sorriso dela: Boa! E sem saber, aquela mulher pouco mais alta do que eu, de cabelo excessivamente curto, tinha acabado de me dar uma das ferramentas mais preciosas que ainda hoje trago comigo. A forma de combater o medo de falar em público, ou pelo menos de o disfarçar de forma a que ninguém note. Sempre que subo para um qualquer púlpito ou que peço a palavra numa qualquer reunião, ela volta a dar-me a mesma palmadinha no ombro, devias escrever em voz alta. E eu escrevo. E o numero de pessoas reduz-se à dimensão de uma folha de papel. Para além dela, tive a sorte de ter outros professores que me marcaram, como o de geografia do 9º ano, que deu uma utilidade à quantidade de coisas avulsas e supostamente desnecessárias que eu debitava. Ou a minha professora de português, também do 9º ano, que me ensinou o poder da honestidade na escrita. Ou a minha professora primária, que tem o mérito de me ter deixado ser tão diferente como eu fui em criança. E se também tive quem apenas me tivesse "dado umas aulas" e nunca tivesse chegado a ser realmente professor, que também foram bastantes, bastariam exemplos como estes ( e poderia enunciar alguns mais) para manter a minha crença tão profunda no papel do professor. Nessa ligação mágica, tão única entre mestre e pupilo, que perpetuou ao longo de milhares de anos a maior riqueza da nossa espécie: o conhecimento. E hoje, que mais uma vez tive de pedir a palavra em público, lembrei-me de si, professora Ana Páscoa. E gostava tanto, mas tanto de lhe poder dizer, obrigada. Obrigada, por ter feito parte do meu caminho.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html