Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Dos piropos

por Cristina Nobre Soares, em 29.12.15

Será que sou só eu que acho que coisas como “Ó grossa, comia-te toda”, ou “Lambia-te até aos olhos”, não são piropos? E será que sou só eu que acho que chamar a isto piropo é tão cretino, como achar que “uma mulher séria não tem ouvidos”? Tenham juízo, senhores. Chamar a isto, piropo, é sinal de uma coisa tão má quanto o machismo. Chama-se ignorância.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Observador a 31.12.2015 às 14:39

Claro que as grosserias não são piropos.
Está tudo dito. O resto é cenário manhoso.

Bom ano, Cristina.



Sem imagem de perfil

De Margarida Diogo Barbosa a 07.01.2016 às 11:41

Pessoalmente acho o piropo dispensável, Não que não tenha ouvidos e que não goste de certos sussurros, mas de desconhecidos é um bocado estranho e badalhoco...:) Beijinhos!
Imagem de perfil

De Cristina Nobre Soares a 07.01.2016 às 14:37

Para mim o piropo não é algo badalhoco. Se é badalhoco não é piropo, é insulto, é algo intrusivo que no mínimo incomoda. E que ainda bem que agora é penalizado por lei. :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html