Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Do paternalismo e outras coisas que fazem mal à saúde.

por Cristina Nobre Soares, em 26.01.15

Gostava de ser uma dessas pessoas paternalistas, assim só durante um dia. Vinte quatro horas, inteirinhas, de certezas,  juntamente com aquela deliciosa capacidade  de transformar a mais trivial das conversas numa suposta de lição de vida. Seria formidável.  Mas deve ser ingrato, ser-se paternalista. Deve. Viver no topo de uma espécie de sistemas de castas de inteligência. Um fardo. É coisa para cansar tremendamente. Porque, é verdade, os modos de vida dos outros cansam, principalmente se puserem o nosso em causa. Pior, enxovalham os vincos engomadinhos e  bacocos das certezas. E enquanto isso, peço outro café. Sim, eu sei que faz mal à saúde.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html