Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ausência de acontecimentos

por Cristina Nobre Soares, em 05.06.17

Falamos sobre ir a concertos, a festivais, ao cinema, a feiras, a arraiais, a lançamentos, a apresentações, a festas, a jantares, a almoços, a workshops, a oficinas, a aulas, pós-graduações, a seminários. E enquanto esta conversa de vozes avulsas vai ficando ao longe e intermitente, eu lembro-me da última vez em que fiquei sem fazer nada, sem esperar ninguém a não ser a mim mesma, nem nenhuma hora ou atraso, sem aprender nada de novo e absolutamente interessante, sem fotografar, nem fazer qualquer tipo de registo ou partilha. Havia flores de choupo no ar e eu desejei, enquanto uma velhota parecida com uma tia minha passava por mim, que a Primavera acabasse depressa por causa das minhas alergias e tive um bocadinho de frio por causa da blusa verde de manga cava, que trazia vestida. Foi uma memória nítida como as que temos sobre as coisas importantes. Algo de muito estranho se passa nas nossas vidas quando o maior acontecimento é a ausência de acontecimentos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html