Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Às vezes gostava de ser burguesa.

por Cristina Nobre Soares, em 26.03.15

Às vezes gostava de ser burguesa. Mas lendo esta primeira frase é óbvio que nunca o serei, pois “ser burguesa” é coisa que terá caído em desuso no vocabulário por volta de mil novecentos e oitenta e seis. Não é moderno, cheira a piquetes de greve do fim da década de setenta e a muros pintados na vinte e quatro de Julho. Mas às vezes gostava de ser burguesa. Ser uma delas. Têm sempre os cabelos impecavelmente alinhados com o seu enfado perante o mundo. Pegam nas chávenas de chá sem que se lhes notem as mãos, que as burguesas têm mãos invisíveis, que nunca incomodam à vista pois sabem sempre onde estar pousadas. Sabem sempre quando sorrir, quando estar atentas, como falar de política sem mostrar filiação ou entusiasmo. Sabem qual é melhor loja para comprar rilletes em Paris e qual o musical que está em cartaz no Her Majesty’s Theatre. Não roem as unhas, nem lhes pinga o nariz por causa rinite alérgica. Sempre impecáveis. Elas sabem que eu gostava de ser como elas. Talvez por isso me tolerem e finjam que não vêm as nódoas de chá ou café, que me vão caindo no guardanapo enfolado no colo, ou que não reparam no meu cabelo sempre despenteado, e sorriem, maternais, às minhas ideias sobre mudar o mundo, as quais explico sempre com excesso de gestos e de mãos. Riem-se muito de tudo o que lhes digo, ai Cristina, tu e as tuas ideias loucas são o máximo. E penso, que isto de não pertencer a sítio algum é uma maçada.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Luis Eme a 26.03.2015 às 22:21

mas às vezes dá jeito, Cristina. :)

olha-se à volta com mais nitidez.
Imagem de perfil

De Cristina Nobre Soares a 26.03.2015 às 23:01

A nitidez é mais filha da lucidez. E esta não se prende muito com o estatuto, Luis :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html