Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Às vezes dá-me a sensação que perdemos a capacidade de estarmos sozinhos. Ou que ganhámos um medo terrível de estarmos sozinhos. Que tememos o silêncio, aquele silêncio que só existe quando reflectimos e dizemos, olha, é engraçado, nunca tinha reparado. Quando estamos sozinhos, é mais fácil repararmos. Sem ruído, só com a nitidez possível dos nossos olhos. E o mais engraçado é que passámos esse medo aos nossos filhos. Raramente os deixamos sozinhos, a olhar para anteontem. Não, os miúdos têm de estar sempre acompanhados, em actividades, orientados por alguém. Em experiências, como lhes chamamos. Engraçado, que achemos que experimentar sob as guias de alguém seja viver mais do que olhar e pensar sem as regras de ninguém.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Srta. Samy Morgan a 11.06.2016 às 18:50

Exato! Eu era assim... Medo de ficar sozinha, de não ter ninguém a me esperar em casa quando chegasse do trabalho.. Mas aprendemos assim: Temos que ter alguém, nao podemos ficar sozinhos, é triste ficar sozinho... Mas eu estou aprendendo que estar sozinha não é bem isso. É um aprendizado comigo mesma.
Imagem de perfil

De Catarina a 17.06.2016 às 09:43

Sempre tive medo de estar sozinha. Talvez tenha sido por isso que me rodeava de pessoas, mesmo que não me entendesse com elas. Mas a vida pregou-me uma rasteira e vi-me, de certa forma, sozinha. Ainda vivo com os meus pais, portanto, não estou completamente sozinha no meu dia-a-dia, mas a verdade é que cada vez mais anseio pelos minutinhos só meus, sem ninguém à volta. Acho que, a partir do dia em que no vemos sozinhos, é quando começamos a aprender mais sobre nós próprios e a conhecer aquilo que nos faz fortes e nos faz felizes. Acho que voltei à época antes do nascimento do meu irmão. Voltei a ver o mundo mais colorido e cheio de aventuras.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html