Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A vida é como as constipações

por Cristina Nobre Soares, em 01.12.16

Arrefece e as luzes acendem-se, a fila de carros engrossa, há quem prefira ver as luzes assim, de passagem, sem frio, sem passos, sem o cheiro do assador de castanhas, sem o barulho de uma família que chama pelo nome de uns dos outros, sem a criança que abana uma das fiadas de luzes e a mãe a dar-lhe uma sapatada na mão, aí não se mexe, e sem o homem de gorro que tropeça no lancil do passeio. E vão passando à volta, a ver de relance, que serve muito bem, para o ano é igual, todos os anos é mais do mesmo, já se sabe, e com este frio a gente ainda se constipa. Fazem bem, resguardem-se, que a vida é como as constipações, pega-se mal uma pessoa se descuida.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

GA



google-site-verification: googledeb34756365df053.html